Rolinhos faciais: são eficientes para todos os tipos de pele?

0

O novo queridinho das apaixonadas por beleza são os face roller ou comumente chamados de rolinhos faciais. Eles estão por toda a parte e em diversos tipos de pedras, desde as mais preciosas, como a jade, ou as mais simples. O fato é que as brasileiras aderiram de vez ao acessório. Mas a pergunta que não quer calar, os rolinhos são totalmente eficazes? Há contraindicações?

Dr. Amilton Macedo, médico dermatologista com prática em oxidologia de São Paulo, explica como funciona o acessório e alerta para o aumento de acne em peles com tendências acneicas.

‘’Quando você faz esse tipo de massagem no rosto, você estimula as glândulas sebáceas a produzirem um tipo de sebo que vai aumentar a oleosidade da pele, provocando a formação de acne, ou seja, peles oleosas precisam ter cautela no uso dos rolinhos, sendo indicado o uso no máximo uma vez por semana. Já as peles com tendência à acne, o melhor é não fazer uso do aparelho’’, explica o Dr.

De acordo com Dr. Amilton, o uso dos rolinhos deve ser moderado e o tipo de pele deve ser levado em consideração. Em peles secas, o ideal é fazer a massagem três vezes por semana, e nas peles oleosas, no máximo, uma vez por semana.

roller

Em relação a temperatura do rolinho, Dr. Amilton explica que não há uma definição concreta, mas o ideal é que não sejam temperaturas extremas, nem muito fria nem muito quente. No inverno, por exemplo, pode fazer o uso na temperatura mais morna, e no calor um mais fria.

No mais, sendo usados com orientação e os devidos cuidados, os rolinhos ajudam a purificar, hidratar e a melhorar a circulação da pele. Utilize os rolos como massageadores, fazendo movimentos leves do centro do pescoço até a raiz do cabelo, sempre direcionados para cima, nunca para baixo. Pode se fazer o uso juntamente com séruns.

Share.

Deixar um comentário